Publicidade Lauro de Freitas

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016


 LAURO: EDUCAÇÃO AVANÇA COM ARTE E QUALIDADE DE VIDA
Alunos da Rede em aulas de perna de pau

A Secretaria de Educação/SEMED, através da DIVIPAC-Divisão de Projetos e Ações Complementares, tem transformado a vida de muitas crianças e adolescentes não somente da Rede de Ensino, mas também de outras pessoas, inclusive adultos e senhores da terceira idade, em Lauro de Freitas.


Sônia Machado, responsável por esta divisão, realizou ações até mesmo durante as últimas férias com sua equipe, Janete Almeida e Rossana Bastos, na Coordenação do Projeto, além de professores a exemplo de Erenilton Falcão - com reconhecido trabalho para os participantes de terceira idade, também os funcionários do administrativo e de apoio. "Ficar em casa na vida sedentária? Falta de espaço ou de oportunidades? Por que não participar de oficinas de dança, de teatro, de capoeira, cinema, artesanato, etc?" convida, Sônia.

De acordo com a diretora, o sucesso junto a comunidade, incluindo os idosos (que aderiram em massa) foi tão grande que mantiveram as atividades no local durante esses dois anos, 2014 e 2015. "Tudo veio de forma sutil, modesta. Hoje já temos resultados de melhora nos boletins, de recuperação de autoestima e até relatos de participantes que reduziram colesterol e índice glicêmico. Isto é gratificante! " - comemora Sônia.
                 
Para tanto, em 2014, ela criou o Espaço Naelf-Núcleo de Arte Educação de Lauro de Freitas ( inicialmente chamado de Férias com Arte) que cresceu bastante, porque todos os professores da DIVIPAC passaram a concentrar seu trabalho num mesmo local, abrindo um leque de oportunidades à toda comunidade Laurofreitense.

Para início de 2016, a Divisão, prepara muitas performances, a partir da Jornada pedagógica marcada para 12/02 e vai seguir o cronograma de artes para todos interessados, sem restrição de idade. Segundo Sônia Machado, com total apoio do secretário Marcelo Abreu, que acredita na educação extra-sala de aula e na arte como libertadora, transformadora de
vidas, será criado um calendário especial oferecendo mais oficinas, em outros dois ou três pólos: Areia Branca e Portão, atendendo a comunidade do Jovina Rosa, Amaury Montalvão e Pedro Paranhos. A DIVIPAC também estuda, criteriosamente, a possibilidade de atendimento Psicopedagógico, para diluir e otimizar o trabalho na Rede, gerando mais oportunidades.

INTERESSADOS:  dirijam-se ao AO DIVIPAC/SEMED,  de 08:00 as 21:00 horas, de Segunda a Sexta feira. (com intervalo de 12:00 as 13:00 ).
Endereço: Conjunto Parque Santa Rita, Caminho 18, casa 17 ( Atrás da Igreja católica) - Telefones: 3378.9534  /  98749. 8160 – Sônia Machado )


Home » Uncategories » No "BBB16", Ana Paula volta à casa, surpreende brothers e confronta líder NO "BBB16", ANA PAULA VOLTA À CASA, SURPREENDE BROTHERS E CONFRONTA LÍDER

No "BBB16", Ana Paula volta à casa, surpreende brothers e confronta líder (Foto: Reprodução)
Beneficiada pelo 'Paredão do Bem', Ana Paula retornou na manhã desta quinta-feira (11) à casa do Big Brother. Depois da falsa eliminação, a jornalista surpreendeu os participantes ao chegar ao quarto roxo. 
"Que felicidade!", disse Geralda. "Isso é um jogo, se a gente não tiver tática de guerrilha, vai sair um por um", afirmou Ana Paula. Matheus demonstrou felicidade ao ver a sister de volta. "Estou feliz com sua volta. De verdade, não é jogo, você sabe", disse o mineiro. Ana Paula disse que acreditava na sinceridade dele.
Indicada ao Paredão por Juliana, Ana Paula correu ao quarto do líder e confrontou a dançarina. Juliana foi acordada pela sister, que chegou gritando "olha ela!".
No quarto do líder, Ana Paula explica a Juliana e Adélia que nunca foi eliminada. Ela revela acompanhou tudo o que os participantes falavam sobre ela através de uma televisão no quarto do 1º andar, onde ficou escondida.
"Como é que está seu grau de ameaça agora?", pergunta Ana Paula a Juliana. Apesar de se esquivar da pergunta, a líder admite se sentir ameaçada.
Ana diz que um participante revelou ter ódio dela, ao se referir a Renan. "É muito fácil falar que vai arranjar briga com alguém que já saiu, está toda cagada, voltando para Belo Horizonte", provocou Ana Paula.
Renan e Daniel chegam ao quarto do líder, mas, ao ver os dois, Ana Paula diz que sairia ou poderia agredir um deles. "Vou embora se não vou dar na cara", disse sister ao passar pelo empresário e modelo.

PREFEITO Dr. Márcio Paiva em reunião com os Blocos de Carnaval



Dilma pede que igrejas mobilizem fiéis na luta contra o Aedes aegypti

A presidenta Dilma Rousseff fez, nesta quarta-feira (10), um apelo a todas as igrejas cristãs para que mobilizem os fiéis no combate ao mosquito transmissor do vírus Zika. Ela recebeu esta tarde, no Palácio do Planalto, líderes de diferentes denominações religiosas para pedir que ajudem na orientação à sociedade sobre o trabalho para eliminar os criadouros do Aedes aegypti, que também transmite a dengue e a febre chikungunya.
Dilma pede que igrejas mobilizem fiéis na luta contra o Aedes aegypti
De acordo com a publicação da Agência Brasil, a presidenta destacou que as lideranças religiosas possuem credibilidade para engajar os fiéis no combate ao inseto, evitando o acúmulo de água parada em casa. Segundo o governo, dois terços dos focos do mosquito estão localizados em residências.
Mais cedo, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic) lançaram a Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2016, cujo objetivo é alertar sobre o direito de todas as pessoas ao saneamento básico e debater políticas públicas e ações que garantam a integridade e o futuro do meio ambiente.
De acordo com o bispo dom Flávio Irala, presidente do Conic, Dilma fez o convite e lançou um “desafio” para que as congregações ajudem na mobilização. “Historicamente, somos deficitários quanto à questão do saneamento básico. Mas a gente vê uma grande vontade e um grande investimento que já tem sido feito pelo atual governo no sentido de resolver esse sério problema”, disse. O bispo falou que o cuidado com o espaço comum também é de responsabilidade dos moradores, e não somente do Poder Público. 
Aborto
Diante do aumento dos casos de microcefalia em bebês filhos de mulheres que contraíram o vírus Zika, o debate sobre o aborto voltou à tona entre especialistas e religiosos. As lideranças das igrejas disseram que o tema não foi tratado na reunião com Dilma, mas concordaram com a urgência de se aprofundar no assunto.

“Tudo isso é um processo que precisamos tratar com urgência da questão, mas ainda não temos nenhuma discussão feita”, disse Flávio Irala, bispo da Diocese Anglicana de São Paulo. Já a Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia proíbe todos os casos de aborto, com exceção de quando as mulheres correm risco de morrer.

Secretário de saúde alerta sobre diagnósticos errados de microcefalia no Brasil

O aumento do número de casos de microcefalia, doença relacionada ao vírus Zika, tem causado preocupação na comunidade médica e no governo. Em entrevista ao Blog do Lau na manhã desta quinta-feira (11), o secretário de Saúde de Lauro de Freitas, alertou para os casos de diagnóstico errado da doença.
"A gente precisa dar a população a dimensão que essa epidemia do Zika tem seus ciclos, e a gente precisa entender quando fala de microcefalia e não colocar na conta do Zika todos os casos de microcefalia. A primeira coisa que temos que prestar atenção é que aprendemos agora a ver isso. Nos EUA tem aproximadamente 25 mil crianças por ano com microcefalia, seis em cada mil crianças podem ter isso. Temos os mesmo índices no Brasil. A primeira coisa é aprendermos a notificar a microcefalia e depois vem o que significa isso. Microcefalia não é doença, é um sinal. A gente diz que a criança é microcéfala medindo o perímetro microcéfalo”, explica.
Segundo o DR, os médicos adotam alguns critérios para detectar a anomalia, mas é preciso estar atento. “Se ela nascer com um perímetro igual a 33 cm é microcéfalo. Nós baixamos para 32 cm e revimos isso, ainda sim, nós temos 110 mil crianças com 32 cm que serão normais. As curvas mais sensíveis dizem que microcéfalo tem que ser olhado em relação ao sexo. Para menino a medida é de 31.9 cm e para menina 31.5 cm para ser microcéfalo. Tem criança que está sendo chamada de microcéfalo e é normal. O certo é medir o perímetro 48 horas depois do parto, porque no parto normal a criança nasce com a cabeça achatada", alerta.
O médico ressalta ainda os tabus que são impostos nas crianças diagnosticadas com a microcefalia. "Eu gosto de ter as informações, é uma doença nova, temos que ver. Microcefalia não é uma uma novidade, e não necessariamente é doença. A criança que tem microcefalia e apresenta um defeito cerebral tem que ser estimuladas rapidamente para não ter retardamento. A grande maioria vai ter uma vida normal se não tiver nenhuma doença ligada à microcefalia. No Brasil não é diferente, existem milhares de crianças microcéfalas que têm uma vida normal, a gente colocou muita carga de coisas negativas em cima da microcefalia", pontua.